DISFUNÇÃO ERÉTIL

474 0
– MÉDICO UROLOGISTA- MEMBRO DO CORPO CLÍNICO DO GRUPO SANTA CASA DE FRANCA E DO AME FRANCA – UROLOGISTA PELA SANTA CASA DE BELO HORIZONTE- PÓS-GRADUANDO EM SEXUALIDADE HUMANA PELA CBI OF MIAMI – PROFESSOR DE UROLOGIA DA UNI-FACEF.

Um verdadeiro tabu na vida dos homens, a disfunção erétil é uma incapacidade permanente de ter ou manter uma ereção satisfatória. É um problema que acomete cerca de 50% dos homens acima de 40 anos e menos da metade desses homens procuram ajuda. Vergonha? Medo? Machismo?

Os principais fatores de risco são: idade, obesidade, diabetes, hipertensão, sedentarismo, vícios (tabagismo, alcoolismo, uso de drogas ou anabolizantes). Existe também a disfunção erétil por causas psicológicas, comuns no início da vida sexual ou associadas a ansiedade e consumo excessivo de pornografia.

Aproveitando o Novembro Azul e o assunto sobre câncer de próstata, não podemos deixar de falar sobre a disfunção erétil causada por tratamentos associados ao câncer de próstata, seja por cirurgia, radioterapia ou tratamento hormonal. O câncer de próstata não causa impotência, mas o tratamento do câncer sim. Para se ter uma idéia, cerca de 80% dos homens submetidos a tratamento cirúrgico para o câncer de próstata evoluem com impotência no primeiro ano após a cirurgia, em maior ou menor grau mas isso também pode ser revertido/tratado.

É muito importante a consulta com o urologista na tentativa de elucidar a causa da disfunção erétil para a indicação correta do tratamento. Não é simplesmente comprar um “azulzinho” na farmácia, sem qualquer orientação.

Como tratamentos, existem várias modalidades. Medicamentos via oral como primeira opção, desde que o paciente não tenha nenhuma contra indicação. Em caso de falha, existem medicamentos injetáveis que são aplicados diretamente no pênis. Se ainda assim, o paciente não tiver sucesso, é indicado tratamento cirúrgico com as próteses penianas.

Um assunto polêmico, que gera muita dúvida e medo, e que mesmo assim é tratado como um tabu. Se você está passando por esse problema, procure um médico urologista e fale sobre isso. Tem tratamento!