Grupo de Apoio Conversando sobre o Luto

85 0

Quantos planos traçados para 2021 tiveram que ser colocados em espera, quantas expectativas para a vacinação em larga escala foram frustradas, infelizmente o “fim da pandemia” de 2020 surpreendeu muitas pessoas se arrastando ainda até meados de 2021, e muito provavelmente nos acompanhará até o final do ano. O que antes já era desolador tem se tornado insuportável para muitas pessoas, que têm sido privadas de seu livre arbítrio, da possibilidade de encontrar pessoas queridas, e o mais importante, de encontrar consolo num abraço reconfortante. Tendo ultrapassado o assombroso número de 400 mil vítimas da pandemia, o Brasil enfrenta seu momento mais conflituoso, onde um abraço nunca se fez tão necessário, mas deve ser de tal forma evitado para resguardar a saúde do restante dos familiares.

Os efeitos psicológicos de se reprimir o processo de luto podem ser extremamente nocivos para algumas pessoas. Psicólogos afirmam que o processo de luto é muito particular para cada um, e que a realização dos velórios auxilia os que ficam no enfrentamento da situação, concluir essa cerimônia de passagem dá continuidade ao processo de luto para que possamos superá-lo eventualmente. Mas e quando não temos a oportunidade de realizar essa despedida? Ou mesmo quando nos são impostas inúmeras restrições em virtudes desta pandemia global? O setor funerário muito lamenta essa situação, nossa missão de minimizar a maior dor dos seres humanos, a dor da perda, fica comprometida. Nossas possibilidades de celebrar a vida daqueles que partiram nos são confiscadas, e ficamos reféns de uma cerimônia breve e fria, para desalento dos familiares.

Pensando justamente nessa necessidade, a NOVA FRANCA ASSISTÊNCIA FAMILIAR decidiu lançar uma alternativa para essas pessoas que estão enfrentando grandes dificuldades em atravessar sozinhas esse processo do luto. Utilizando sua ampla estrutura do MEMORIAL NOVA FRANCA e aproveitando todo seu ambiente acolhedor a empresa fez uma parceria com a psicóloga Raquel Mazzola Fanan para criar um Grupo de Apoio Conversando Sobre o Luto justamente para receber, ouvir e acolher cada um desses familiares, mesmo que através do diálogo. Os encontros serão realizados toda última quarta feira de cada mês das 19h às 20:30 e será aberto à toda a população Francana que tenha interesse em participar de forma GRATUITA. A empresa ressalta que todas as medidas de segurança são adotadas, sendo obrigatório o uso de máscaras, sendo disponibilizado álcool gel em todos os ambientes e respeitando o distanciamento social entre os participantes.

De acordo com a psicóloga Raquel Fanan “o luto é um processo de reorganização psicológica, vivido em decorrência de uma perda de forte ligação afetiva. As mudanças decorrentes da perda de uma pessoa amada, são muitas e talvez a primeira e mais difícil seja reaprender a “Viver” sem a pessoa que partiu. Há um período em que toda essa mudança pode gerar um desconforto e até mesmo um não reconhecimento de si mesmo. ”

É muito saudável e ajuda o processo de luto poder expressar os sentimentos que a presença da morte desperta, ter um grupo de apoio que funciona segundo um “contrato” onde todos os participantes seguem cinco combinados: 1- Garantir sigilo de tudo que é falado, 2- Respeitar a dor do outro – não existe uma dor maior que a outra, 3- Escutar, dar espaço e participar, 4- Manter o horário combinado, 5- Todo participante tem direito ao silêncio, possibilita a expressão e elaboração de sentimentos, contribuindo para o objetivo principal do grupo, que é possibilitar que a vida das pessoas enlutadas possa voltar a fluir, mesmo que essa vida seja uma nova vida agora adaptada a essa ausência, pois como diz Mia Couto: “morto amado, não para de morrer nunca”. O Grupo de apoio (Conversando sobre o Luto) está sempre aberto a acolher quem precisar em qualquer momento desse processo de luto, não importando o tempo cronológico e sim o tempo do coração.

O MEMORIAL NOVA FRANCA está aberto à visitação para todos que queiram conhece-lo na Rua São Paulo, 1350, Vila Aparecida. Consultoras de vendas estão lá à disposição, pois o Plano Ouro da Funerária Nova Franca oferece as Salas do Memorial GRATUITAS aos seus associados, e seu atendimento é 24 horas para atendimento funerário. Lembrando que o prédio administrativo continua funcionando na Rua Monsenhor Rosa, 2272, Centro, onde também possuem consultoras de vendas à disposição, mas vale lembrar que lá o atendimento passa a ser em horário comercial, das 8h às 18h durante a semana, e das 8h às 12h aos sábados.Interessados podem também agendar a visita de uma consultora através do telefone (16) 3403 3000.