O que é Unha Encravada e sua causas:

1448 0
Rita Fernandes Rosa Pacheco, Fonoaudióloga – UNIFRAN, Pós Graduada em DISTÚRBIO DA LINGUAGEM, Podóloga – SENAC FRANCA/SP, Especialização em Pés Diabéticos pelo SENAC ACLIMAÇÃO/SP.

A unha do pé encravada, também chamada de onicocriptose, ocorre quando a borda lateral do dedo (sulco ungueal) fica inchado, avermelhado e infectado. Uma unha encravada pode resultar de inúmeros fatores, os principais são: quando colocada pressão extra sobre o dedo do pé com sapatos inadequados e/ou apertados e unhas não cortadas corretamente podendo crescer e encarnar para dentro da pele e causar o encravamento, principalmente quando cortadas muito curtas, ou entrando demais nas laterais com o instrumental de forma incorreta, deixando cantos ou dentes que irão crescer junto com a porção maior da unha.

Cortar quadrada ou redondo para não encravar é mito, pois o formato do corte da unha vai depender do formato anatômico do dedo e da cutícula, geralmente para saber qual o formato ideal para corte é só acompanhar o formato da cutícula. Esses fatores são as causas mais comuns.

Algumas deformidades do pé ou dos dedos também podem colocar pressão extra no dedo. O dedão é geralmente afetado, mas a unha de qualquer outro dedo do pé pode encravar. Visão ruim ou incapacidade física para alcançar o dedo do pé com facilidade, assim como unhas grossas, podem facilitar o corte inadequado das unhas. Desprender ou separar os cantos das unhas também pode ocasionar uma unha encravada.

Algumas pessoas nascem com unhas curvadas e que tendem a crescer para baixo. Outras têm unhas muito grandes em relação aos dedos. Friccionar o dedo ou outras lesões também pode levar à unha encravada.

Buscando ajuda do Podólogo e Médico
Consulte um podólogo ou médico se você:
· Não conseguir cortar a unha encravada;
· Tiver dor severa, vermelhidão, inchaço ou febre;
· Se você tiver diabetes, dano ao nervo da perna ou pé, má circulação sanguínea no pé ou infecção ao redor da unha.

Entre as especialidades que podem diagnosticar uma unha encravada estão:
· Cirurgia geral;
· Ortopedia;
· Dermatologia;
· Podólogo.

Tratamento de Unha Encravada
Se você tiver diabetes, dano ao nervo da perna ou pé, má circulação sanguínea no pé ou infecção ao redor da unha, consulte um médico imediatamente. Não tente tratar o problema em casa.

Convivendo/ Prognóstico
A primeira providência a ser tomada em casa, até poder chegar a um profissional adequado é adotar as seguintes medidas:
· Deixe o pé em água morna três ou quatro vezes por dia, se possível;
· Massageie cuidadosamente a pele inflamada;
· Coloque um pedacinho de algodão ou fio dental sobre a unha. Molhe o algodão com água ou antisséptico para manter o local da lesão limpo, até ser atendido por um podologo e medicado pelo medico.

Dicas para evitar uma unha encravada:
· Procure um profissional adequado PODÓLOGO;
· Evite sapato apertado e fechado, dê preferência por sandálias, chinelos ou descalço;
·Investigue os cantos das unhas após cortar, certificando-se que não tenha deixado canto;
· Caso corte em casa, deixe o pé em água morna para amolecer a unha;
· Use um cortador de unha limpo e afiado;
· Corte as unhas retas. Não arredonde os cantos das unhas ou corte-as muito curtas;
· Não tente cortar a parte encravada da unha sozinho. Isso só vai piorar o problema.

Considere o uso de sandálias até que o problema seja sanado. Medicamentos sem receita colocados na unha encravada podem ajudar no alívio da dor, mas não tratam do problema.

Complicações possíveis
Em casos sérios de unha encravada, a infecção pode se espalhar pelo dedo e chegar até o osso. Procure resolver esse problema o mais rápido possível e evite complicações indesejadas. O tratamento geralmente controla a infecção e alivia a dor. No entanto, a situação pode retornar se não forem tomadas medidas de prevenção. Bons cuidados com os pés são importantes para evitar a recorrência. Essa situação pode se tornar grave em indivíduos com diabetes, má circulação e problemas nos nervos (neuropatias periféricas).

Prevenção
Use sapatos confortáveis, eles devem oferecer bastante espaço ao redor dos dedos. Sapatos usados para caminhar rapidamente ou correr devem ter bastante espaço também, mas não devem ficar largos.

O mais importante: visite um profissional especializado PODÓLOGO, para o corte sempre adequado das unhas do pé para evitar novas unhas encravadas.
Referência: Dra. Tatiana Gabbi, dermatologista.