Própolis e seus Benefícios

647 0
Tiago Garcia Mercurio – Cientista e Coordenador na área de Pesquisa & Desenvolvimento de Formulações Alternativas para doenças crônicas e estéticas com ênfase em Sistema Tegumentar “Pele” e Obesidade, pela Faculdade e Centro de Referência de Iguatama-Mg.

Própolis é um produto constituído por uma mistura de diversas resinas vegetais, o qual é coletado por abelhas em plantas comumente visitadas por estes insetos. As investigações sobre as propriedades antibióticas da própolis têm sido conduzidas sobretudo na área médica e veterinária, onde o produto tem demonstrado uma eficiente atividade bacteriostática e bactericida.

Certamente a capacidade da própolis em inibir o crescimento de microrganismos é a atividade farmacológica mais popularmente conhecida e comprovada cientificamente. A despeito de suas distintas composições, amostras de própolis da Europa são muito similares em relação à atividade antimicrobiana quando comparadas com as amostras de própolis provenientes do Brasil. Diversos pesquisadores têm demonstrado a atividade antibacteriana em culturas de Staphylococcus aureus, Bacillus subtilis, Salmonella typhimurium, S. enteritides etc.

Os processos inflamatórios estão associados a diversas doenças e suas causas são variadas. Em trabalhos realizados por pesquisadores tem sido constatada uma atividade antiinflamatória de soluções hidroalcoólicas da própolis, tanto em aplicações tópicas, bem como através de via oral.

Alguns pesquisadores isolaram determinados compostos da própolis que apresentam conhecida atividade anti-inflamatória, e atribuíram esta propriedade à presença na própolis de compostos tais como o ácido cafeico, a quercetina, a narigenina e o éster fenetílico do ácido cafeico. Esta atividade anti-inflamatória seria resultante da supressão da síntese de prostaglandinas e de leucotrienos pelos macrófagos.

Maiores Informações: (16) 9.9764-8087