Uso de Tablets e Celulares x Miopia

561 0
Membro da Sociedade Brasileira de Oftalmologia; Conselho Brasileiro de Oftalmologia; Sociedade Brasileira de Cirurgia Refrativa; Sociedade Brasileira de Catarata e Implantes Intraoculares; Sociedade Brasileira de Lentes de Contato (SOBLEC); Sociedade Caipira de Oftalmologia (SOCA); International Society of Refractive Surgery; American Academy of Ophthalmology; American Society of Cataract and Refractive Surgery (ASCRS); International Intraocular Implant Club (IIIC).

Nos dias atuais, é muito comum jovens, adultos e cada vez mais crianças, usarem tablets, Ipads ou celulares inteligentes para ver e interagir com todo tipo de conteúdo: livros, fotos, vídeos e jogos. Falaremos então de como evitar que estes novos hábitos provoquem um aumento no número de pessoas com miopia no mundo.

Um dos produtos que tem criado enorme polêmica nos últimos tempos é o Apptivity (Fischer Price) para recém- -nascidos e bebês. Trata-se de uma cadeira que incorpora um suporte para tablet, fazendo com que o bebê passe horas deitado, descansando em frente a uma tela.

No caso dos mais jovens, não se trata de apenas horas de lazer com jogos e aplicativos, mas cada vez mais as escolas integram os tablets como uma ferramenta de trabalho no dia a dia, multiplicando as horas do uso da visão de perto.

Os médicos oftalmologistas mostram preocupação sobre como estes hábitos podem afetar a visão das pessoas, especialmente dos que iniciam muito pequenos.

O maior uso desta visão de perto parece estar relacionada a um aumento do número de pessoas com problemas de visão para longe. Segundo estudos do curso de oftalmologia da Universidade de Valência (Espanha), estima-se que em 2020 um terço dos jovens terá miopia.

CONSELHOS PARA CUIDAR DA VISÃO:
1) Fazer intervalos de descanso para a visão após certo tempo de esforço. O uso intensivo provoca fadiga visual, pois focalizamos geralmente sob uma forte luz durante bom tempo. Devemos parar, por exemplo, a cada 20 minutos, dar uma volta e olhar objetos mais distantes para descansar os músculos oculares;

2) Se o dispositivo tem ajuste de brilho automático, utilize-o ou tente reduzir um pouco o brilho à medida do possível, o que também faz reduzir a fadiga visual;
3) Também é conveniente o ato de piscar. Sabemos que trata-se de uma situação comum do nosso organismo, porém quando estamos atentos, com a visão fixada em um local, reduzimos a quantidade de piscadas, causando ressecamento e irritação mais facilmente.

O ideal é sempre fazer as revisões oftalmológicas com seu médico, que será capaz de detectar algum tipo de alteração e indicar a melhor maneira de corrigir.